Arquivos Mensais: agosto \30\UTC 2008

POBRE BRASIL OLÍMPICO


POBRE BRASIL OLÍMPICO

Os jogos de Pequim terminaram e ficou uma triste constatação. O nosso país, mais uma vez, demonstrou a sua mediocridade em matéria de desempenho olímpico. Os nossos incompetentes dirigentes esportivos tentam camuflar o péssimo resultado com discursos evasivos e ufanistas. Tentam justificar, ou melhor, esconder sua falta de preparo para dirigirem o esporte brasileiro.

Na verdade, os grandes vencedores destes jogos, os que verdadeiramente ganharam muito ouro e prata, foram as empresas televisivas: As redes Globo e Bandeirantes. Abocanharam lá os seus milhões e milhões de reais, às custas do sacrifício e do choro de centenas de atletas. A maioria sem condições ideais para a prática do seu esporte.

Precisamos acabar com os feudos em que se transformaram as Confederações e Federações esportivas neste país. E o Ministério do Esporte passar a ser comandado por quem verdadeiramente entenda e vivencie as necessidades e dificuldades do esporte no Brasil, com a intenção de modificar o panorama caótico do esporte. Pois, o que temos hoje é uma caricatura de Ministério. O nosso desempenho esportivo continuará medíocre.

São estes mesmos senhores que de forma ditatorial, querem levar o país para mais uma aventura louca e irracional. A realização dos Jogos Olímpicos no Brasil. Mais uma vez querem jogar o dinheiro público no ralo da corrupção e do superfaturamento de obras. Já não basta o que fizeram nos Jogos Pan-americanos? Gastaram milhões e nada mudou ou melhorou no Rio e na vida do carioca.

As áreas esportivas construídas estão fechadas, abandonadas ou foram entregues para a iniciativa privada. E o Rio continua violento, sem hospitais, sem educação e sem transporte de qualidade. É chegada a hora de dar um basta nos sonhos politiqueiros e megalomaníacos desses senhores feudais que enriqueceram às custas do suor e do sacrifício dos atletas brasileiros.

O esporte no Brasil precisa e tem condições de crescer, e a médio e longo prazo se tornar uma potência olímpica. Mas com os pés no chão, com projetos sérios de desenvolvimento esportivo e dentro da nossa realidade. Realizados por pessoas sérias, competentes e honestas, sem interesses políticos ou econômicos, preocupadas com o bem estar da população e dos atletas.

caurosa

Anúncios

PENSAMENTO MODERNO

“Todo dia na África um leão acorda.

Ele sabe que deve correr

mais do que a gazela ou morrer de fome.

Todo dia na África uma gazela acorda

Ela sabe que deve correr mais do que o leão ou morrer.

Quando o Sol surge no horizonte

não importa se você é leão ou gazela,

corra”.

PARA OS ATLETAS BRASILEIROS


CAUROSA

REFLETIR É PRECISO

Vossos filhos não são vossos filhos.
São os filhos e as filhas da ânsia da vida por si mesma.
Vêm através de vós, mas não de vós.
E embora vivam convosco, não vos pertencem.
Podeis outorgar-lhes vosso amor, mas não vossos pensamentos,
Porque eles têm seus próprios pensamentos.
Podeis abrigar seus corpos, mas não suas almas;
Pois suas almas moram na mansão do amanhã,
Que vós não podeis visitar nem mesmo em sonho.
Podeis esforçar-vos por ser como eles, mas não procureis fazê-los como vós,
Porque a vida não anda para trás e não se demora com os dias passados.
Vós sois os arcos dos quais vossos filhos são arremessados como flechas vivas.
O arqueiro mira o alvo na senda do infinito e vos estica com toda a sua força Para que suas flechas se projetem, rápidas e para longe.
Que vosso encurvamento na mão do arqueiro seja vossa alegria:
Pois assim como ele ama a flecha que voa,
Ama também o arco

GIBRAN

caurosa

O BASQUETEBOL

BREVE HISTÓRIA DO BASQUETEBOL

James Naismith, criador do BASQUETEBOL

Em Dezembro de 1891, o professor de Educação Física canadense James Naismith, do Springfield College (então denominada Associação Cristã de Moços), em Massachusetts, Estados Unidos, recebeu uma tarefa de seu diretor: criar um esporte que os alunos pudessem praticar em um local fechado, pois o inverno costumava ser muito rigoroso, o que impedia a prática do Basebol e do Futebol Americano.

James Naismith logo descartou um jogo que utilizasse os pés ou com muito contato físico, pois poderiam se tornar muito violentos devido às características de um ginásio, local fechado e com piso de madeira. Logo escreveu as treze regras básicas do jogo e pendurou um cesto de pêssegos a uma altura que julgou adequada: dez pés, equivalente a 3,05 metros, altura que se mantém até hoje; já a quadra possuía, aproximadamente, metade do tamanho da atual.

O primeiro jogo

O primeiro jogo de Basquetebol foi disputado em 20 de Janeiro de 1892, com nove jogadores em cada equipe e utilizando-se uma bola de futebol, sendo visto apenas por funcionários da ACM (Associação Cristã de Moços). Cerca de duzentas pessoas viram os alunos vencerem os professores por 5 a 1.O basquete feminino iniciou em 1892 quando a professora de educação física do Smith College, Senda Berenson, adaptou as regras criadas por James Naismith. A primeira partida aconteceu em 4 de Abril de 1896. A Universidade de Stanford venceu a Universidade da Califórnia.

História do Basquetebol no Brasil

A prática do basquete no Brasil começou quando o norte-americano Augusto Shaw introduziu o esporte na Associação Atlética Mackenzie de São Paulo, em 1896.No Rio de Janeiro, teriam acontecido, em 1912, os primeiros jogos de basquete, na rua da Quitanda, com o América Football Club tendo sido o primeiro clube carioca a introduzir o esporte nesta cidade, incentivado por Henry J. Sims, diretor da Associação Cristã de Moços.

FUNDAMENTOS DO BASQUETEBOL

Passe de peito– Como o nome indica, com a bola à altura do peito é arremessada frontalmente na direção do alvo. Neste movimento os polegares é que darão força ao passe e as palmas das mãos deverão apontar para fora no final do gesto técnico.

Determinantes técnicas:

  1. Colocar os cotovelos junto ao corpo;
  2. Avançar um dos apoios;
  3. Executar um movimento de repulsão com os braços;
  4. Executar a rotação dos pulsos;
  5. Após a execução do passe, deve-se ficar com as palmas das mãos viradas para fora e os polegares a apontar para dentro e para baixo

Passe picado ou quicado–  Muito semelhante ao passe de peito, tendo em conta que o alvo inicial é o solo; O ressalto da bola terá um objetivo comum ao do passe de peito, isto é, a mão alvo do colega ou as zonas próximas do peito.

Determinantes técnicas:

  1. Colocar os cotovelos junto ao corpo;
  2. Avançar um dos apoios;
  3. Executar um movimento de repulsão com os braços;

Passe de ombro – É utilizado nas situações que solicitam um passe comprido. A bola é lançada como no lançamento de uma bola no basebal . É um tipo de passe com uma trajetória linear (sem arco), e em direção ao alvo.

Determinantes técnicas: -Segurar a bola com as duas mãos e por cima do ombro;

  1. Colocar o cotovelo numa posição levantada;
  2. Avançar o corpo e a perna do lado da bola;
  3. Fazer a extensão do braço e finalizar o passe para as distancias maiores

Passe por cima da cabeça– É usado quando existe um adversário entre dois jogadores da mesma equipa.

Determinantes técnicas:

  1. Elevar os braços acima da cabeça;
  2. Avançar um dos apoios;
  3. Executar o passe com o movimento dos pulsos e dos dedos.

Utilização dos passes– Passes de peito e picado ou quicado

Utilizado em curtas e médias distâncias.

Passe por cima da cabeça– Também utilizado em curtas e médias distâncias, sendo mais específicos para o pivô.
Passe de ombro-Utilizado em médias e longas distâncias, sendo muito utilizados em contra ataques.

Arremesso

Bandeja É um arremesso em movimento que pode ser feito com o passe ou driblando.

Com uma das mãos– Partindo da posição fundamental, com o peso do corpo na perna da frente, a bola na altura do peito, o jogador flexionará as pernas simultaneamente a elevação da bola acima da cabeça.

Jump Driblando em direção a cesta e parando numa posição de equilíbrio, flexionando as pernas,saltar elevando a bola acima e à frente da cabeça com ambas as mãos e executar o arremesso apenas com uma das mãos.

Rebote-É a recuperação da bola após um arremesso não convertido.

Assistência-Assistência é um passe certeiro que encontra outro companheiro de equipe, livre de marcação, e acaba convertido em cesto. O jogador que faz a assistência é tão importante como o jogador que marca o cesto.

Enterradas-É movimento que conjuga o salto e a colocação com firmeza da bola diretamente na cesta.

Ponte-aérea-É quando um jogador lança a bola diretamente a um de seus parceiros, que pula recebe a bola e finaliza a jogada arremessando a bola antes de tocar o chão. Também pode ser feita com um jogador arremessando a bola na tabela com outro jogador pegando o rebote e finalizando a jogada imediatamente em seguida com arremesso ou enterrada.

CAUROSA

 

 

IMAGENS OLÍMPICAS

Grandes momentos dos nossos medalhistas nos Jogos Olímpicos de Pequim.

Voleibol Feminino conquista a tão sonhada medalha de ouro.

Maurren Maggi deu a volta por cima. Depois da suspensão, o grande retorno com medalha de ouro no salto em distância.

O Robert Scheidt  como sempre com medalha. Prata.

O Bronze foi medalha de consolação para um time de futebol mal preparado.

CAUROSA

O CAMPEÃO

O GRANDE CAMPEÃO

O grande campeão César Cielo é o novo herói do esporte brasileiro, conquistou a primeira medalha de ouro para o Brasil nos Jogos Olímpicos de 2008 em Pequim. Numa prova quase perfeita, ele bateu o record dos 50 metros livres com 21s34 . César também ganhou uma medalha de bronze nos 100 metros.

caurosa

PENSAMENTO MODERNO

“TRANQUEMOS ESSA POLÍTICA NUMA

MALA  E JOGUEMOS A CHAVE FORA”

caurosa

IMAGENS OLÍMPICAS

O Sacrifício extremo, às vezes transforma o atleta olímpico em herói, mesmo sem ele ter conquistado o lugar mais alto no pódio. A imagem abaixo serve para ilustrar como o esforço  exigido nos Jogos Olímpicos deve ser valorizado, apesar de não  conquistar  a  tão sonhada medalha olímpica.

Welisson da Silva não consegue levantar 162 Kg.

e sofre com derrame no joelho. Vida de atleta.

CAUROSA

UM MOMENTO MÁGICO DO CINEMA

O encontro de Charlie Chaplin e Buster Keaton, nos mostra um momento mágico de dois maravilhosos artistas do mundo do cinema e da comédia.

CAUROSA

OLIMPÍADAS DE PEQUIM

A FESTA VAI COMEÇAR, COM A EXPECTATIVA DE UM GRANDE ESPETÁCULO DOS ESPORTES. QUE AS NAÇÕES SE UNAM ATRAVÉS DAS COMPETIÇÕES ESPORTIVAS  E QUE PREVALEÇA O ESPÍRITO OLÍMPICO.