OS CORPOS SE ENTENDEM?

ARTE DE AMAR


“Se queres sentir a felicidade de amar, esquece a tua alma.
A alma é que estraga o amor.
Só em Deus ela pode encontrar satisfação.
Não noutra alma.
Só em Deus – ou fora do mundo.

As almas são incomunicáveis.
Deixa o teu corpo entender-se com outro corpo.
Porque os corpos se entendem, mas as almas não.”

……………………………………………………………………………………………………………………………………………………

caurosa

Anúncios

14 Respostas

  1. Adoro esse poema, acho que é Manuel Bandeira…e concordo plenamente com ele, a alma é destrói o amor rsrs.

    Obrigada pelo comentario no meu blog.

  2. Olá Carlos, muito obrigada pelo comentário no meu blog.
    O amor é a força que rege o mundo, acredito eu assim. Parabens pelo seu, gostei do post e adoro a musica do Lenine.

    Beijos

  3. so assim nos entendemos verdadeiramente

    Jokas

    Paula

  4. Olá, adoro poemas, gosto desse, mas me deixa a pensar toda vez que leio ¬¬ a alma também deveria ser como o corpo.

  5. Gostei…Corpos q se encontram e almas viajantes!

    Estarei te linkando hoje ainda…Obrigada por ter tb me linkado pois assim, com certeza fica bem mais fácil de voltar.

    Bom fim de semana

    Beijo!

  6. Carlos,

    ao navegar em blogs amigos encontramos essa sintonia!
    Que bom fazer uma releitura deste poema do Manoel Bandeira, um dos mais importantes poetas do modernismo, no século XX.
    Existem pessoas que polemizam o final deste poema. O que vc acha?
    As almas se entendem ou não?
    Eu considero a possibilidade da comunicação das almas.
    Beijos e tenha uma ótima semana!

  7. Talvez seja por isso que estou só; sempre achei que as almas também se entendiam! =) Beijos e obrigada pela presença na minha ‘festa’ na caverna. Ótima semana!

  8. Antes de mais nada, obrigado pela visita!
    Adorei o teu comentario.

    “Porque os corpos se entendem, mas as almas não”

    Talvez essas palavras resumam o dilema do meu ser…
    Talvez devessemos nos entregar somente de corpo, e não de corpo e alma?

    Visitarei-te

    Abraços

  9. Boas tardes!
    Será mesmo que as almas não se entendem? Será que não são elas a conspirar para a aproximação de dois seres a se enamorar? Será que além deste invólucro terreno as almas não continuam a se amar? Será….?
    Abração, ótima semana!
    Adh

  10. obrigada pela visita..volte sempre que quiser
    sabe adorei esse texto que escreveu sobre alma e corpo..
    eu acho que se o amor é verdadeiro as almas se encontram
    não sei mas penso assim
    suave seja
    beijos no coração
    .
    .

  11. Carlitos

    Não conhecia esse poema, mas me fez refletir… Será que as almas nunca se entendem mesmo? Talvez seja por isso que o amor espiritual, o amor de Deus seja algo inigualável. Pode ser uma explicação. Eu prefiro acreditar que em algum lugar possa existir o amor de alma, esse encontro. Tenho amigos que eu amo de paixão e incondicionalmente. Amo de paixão meus pais e sou feliz por esse amor. Para mim eles são meus amores de alma. A única concordância com essas palavras para mim é o encontro dos corpos… mas, em relação ao resto prefiro manter a ilusão.
    Um beijo Caurosa e boníssima semana.

  12. Olá

    Obrigada pela visita em meu blog e desculpe a demora em responder……..
    Que bom que tenha gostado do meu texto…

    estou curiosaa olhando todo o seu blog…muito bacana…….

    beijos !

  13. Alma Nova
    Zeca Baleiro
    Composição: Zeca Baleiro e Fernando Abreu

    Sempre que te vejo assim
    Linda, nua
    E um pouco nervosa
    Minha velha alma
    Cria alma nova
    Quer voar pela boca
    Quer sair por aí…

    E eu digo
    Calma alma minha
    Calminha!
    Ainda não é hora
    De partir…

    Sempre que te vejo assim
    Linda, nua
    E um pouco nervosa
    Minha velha alma
    Cria alma nova
    Quer voar pela boca
    Quer sair por aí…

    Eu digo
    Calma alma minha
    Calminha!
    Ainda não é hora
    De partir…

    Então ficamos
    Minha alma e eu
    Olhando o corpo teu
    Sem entender…

    Como é que a alma
    Entra nessa história
    Afinal o amor
    É tão carnal…

    Eu bem que tento
    Tento entender
    Mas a minha alma
    Não quer nem saber
    Só quer entrar em você
    Como tantas vezes
    Já me viu fazer…

    E eu digo
    Calma alma minha
    Calminha!
    Você tem muito
    Que aprender…(2x)

    Então ficamos
    Minha alma e eu
    Olhando o corpo teu
    Sem entender…

    Como é que a alma
    Entra nessa história
    Afinal o amor
    É tão carnal…

    Eu bem que tento, tento
    Tento entender
    Mas a minha alma
    Não quer nem saber
    Só quer entrar em você
    Como tantas vezes
    Já me viu fazer…

    E eu digo
    Calma alma minha
    Calminha!
    Você tem muito
    Que aprender…(2x)

    Eu digo
    Calma alma minha
    Calminha!
    Você tem muito
    Que aprender…

    _

    Ouvi hoje essa música e logo lembrei de ti. Achei que tinha tudo a ver com esse poema. Adoro ela e continuo na dúvida ainda… Bjocas

  14. Como sempre, bem lindo por aqui…
    Eu amei o texto de Drummond, apesar de eu ser suspeita em dizer isso neh, sou apaixonada pelas obras do mesmo.

    Tenha uma ótima semana!!
    Muito sucesso pra vc querido*

    beijo*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: