As rosas não falam.

Cartola,

nasceu Angenor,

com o dom de compor,

com o dom de cantar,

belos sambas de amor.

O mestre do morro,

o mestre  do samba e

do amor,

O mestre da verde e rosa,

o mestre das rosas.

Carlos Rosa.

100 anos

As Rosas não Falam

Bate outra vez
Com esperanças o meu coração
Pois já vai terminando o verão, enfim

Volto ao jardim
Com a certeza que devo chorar
Pois bem sei que não queres voltar para mim

Queixo-me às rosas, mas que bobagem
As rosas não falam
Simplesmente as rosas exalam
O perfume que roubam de ti, ai

Devias vir
Para ver os meus olhos tristonhos
E, quem sabe, sonhavas meus sonhos
Por fim.

CAUROSA

Anúncios

14 Respostas

  1. Meu querido amigo Carlos,

    Que bom ler sobre “minha Mangueira” neste post, linda homenagem a Cartola!

    Salve o mestre das rosas!

    Mas ousando discordar do querido mestre, as rosas falam e muito!

    Beijos e linda noite!

    PS: tem agradecimento em meu post, no Sintonias do Coração

  2. Hoje liguei o rádio e estava passando um especial sobre ele; muito interessante. Beijos e obrigada pelas palavras carinhosas na caverna, ótimo final de semana!

  3. Quem não conhece esta música… passou pela vida e não viveu! Não achas?
    Obrigada pela visita Carlos. Fiquei feliz em te conhecer.
    O chato vai ser, ter que me aturar aqui. Risos.
    Um grande abraço da Joice.

  4. Olá,

    belíssima homenagem, partindo de uma pessoa tão especial.

    a letra é linda, mas as rosas falam sim, a linguagem do amor.

    bjos e ótimo fds!

  5. Sabe Carlos, sua colheita no jardim de Cartola, foi muito feliz embora eu concorde com o comentário da Helô quanto as rosas falarem ou não, só que no momento de sua composição ele não as ouvia mas estava triste por ter acreditado que elas haviam roubado o perfume de seu grande amor. Linda inspiração!

    Abraços

    PS- Tenho recebido e lido seus comentários em alguns blogs, parabéns por sua capacidade de interpretação de texto e a forma inteligente e calorosa com que acompanha seus amigos virtuais.

  6. Sabe Carlos, sua colheita no jardim de Cartola, foi muito feliz embora eu concorde com o comentário da Helô quanto as rosas falarem ou não, só que no momento de sua composição ele não as ouvia mas estava triste por ter acreditado que elas haviam roubado o perfume de seu grande amor. Linda inspiração!

    Abraços

    Milve

    PS- Tenho recebido e lido seus comentários em alguns blogs, parabéns por sua capacidade de interpretação de texto e a forma inteligente e calorosa com que acompanha seus amigos virtuais.

  7. Bela homenagem ao mestre Cartola. Grande Abraço, ótima semana.
    Adh

  8. Simplesmente as rosas exalam
    O perfume que roubam de ti, ai…

    perfeitos;)
    bjooooo;

  9. Olá Carlos!
    Bom “revê-lo”!
    Linda homenagem a um homem célebre como o Cartola!
    Fiz uso de uma parte de seu comentário no post de ontem.
    Obrigada pela contribuição.
    Um abraço.
    Boa semana!

  10. Amor,

    Linda homenagem ao nosso saudoso Poeta!
    Suas canções são belíssimas!
    São para serem ouvidas e jamais olvidas.

    Beijos embriagados nessas canções,
    Sua Lindinha,
    Nandinha,

  11. É perfeita a homenagem a este grande mestreeee

    perfeita música as Rosas não falam……

    apesar de ser bem jovem, sou bem saudosa ! Ah Cartola.

    Como as melhroes músicas e compostores são SÓ do passado.. Atualmenet não temos grandes ensinadores.

    bjs !

  12. Cau, momento sim, momento não eu vivo esse momento, que tão lindamente Cartola expressou em som e fúria emotiva…

  13. Essa conversa de rosas falarem ou não me irrita porque lembro de Roberto Carlos. O “Rei” não gravou “As Rosas não Falam”, porque, segundo ele, o ventríloquo da horta, as rosas falam. Numa entrevista com o Nélson Motta, que é mostrada no filme “Música par os Olhos” (imperdível), Cartola chegou a pedir ao Roberto Carlos que gravasse a música. Do alto de sua insignificância, o “Rei” não atendeu ao pedido do grande mestre Cartola. Por tudo isso, Cartola vai sempre Cartola, um dos maiores de todos os tempos, enquanto que Roberto Carlos é isso que vemos, esse ídolo cheio de capricho, uma caricatura musical.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: