Arquivos Mensais: novembro \29\UTC 2008

O POETA DO PANTANAL

imagespan2

QUEM CONHECE MANOEL DE BARROS O POETA DO  PANTANAL?

A maior riqueza do homem é a sua incompletude.

Nesse ponto sou abastado.

Palavras que me aceitam como sou – eu não

aceito.

Não agüento ser apenas um sujeito que abre

portas, que puxa válvulas, que olha o relógio, que

compra pão às 6 horas da tarde, que vai lá fora,

que aponta lápis, que vê a uva etc.etc.

Perdoai.

Mas eu  preciso ser Outros.

Eu penso renovar o homem usando borboletas.

imagespan1 imagespan3

Aprendo com abelhas do que com aeroplanos.

É um olhar para baixo que eu nasci tendo.

É um olhar para o ser menor, para o

insignificante que eu me criei tendo.

O ser que na sociedade é chutado como uma

barata – cresce de importância para o meu

olho.

Ainda não entendi por que herdei esse olhar

para baixo.

Sempre imagino que venha de ancestralidades

machucadas.

Fui criado no mato e aprendi a gostar das

coisinhas do chão-

Antes que das coisas celestiais.

Pessoas pertencidas de abandono me comovem:

tanto quanto as soberbas coisas infinitas.

imagespan4

///////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

CAUROSApoesiass2


IMAGENS

encobrindo-o-sol

O HOMEM,  A  BOLA  E O ASTRO-REI.

( Obrigado Fernando Amaral)

b341

image009

A GRANDE NAÇÃO EM DECADÊNCIA?

@?@?@?@?@?@?@?@?@?@?@?@?@?@?@?@?@?@?@?@?@?@?@?@?@?@?@?@?@?@?@?@

caurosaprojecteur-02

PENSAMENTO MODERNO

images-pen

” TRANQUEMOS  ESSA  POLÍTICA  NUMA  MALA

E  JOGUEMOS   A  CHAVE  FORA”

##############################################################################

caurosa -selos amigos    gifs-para-orkut-setas-06 cc3b3piadefototossan1 Print

EU SOU BRASIL

1962-1

Eu sou negro.
Eu sou Zumbi.
Eu sou Brasil.
Eu sou a liberdade.
Eu sou a criatividade
e muita genialidade.
Eu sou da música, das artes…
Sou cantor, compositor, pintor.
sou o orgulho da cor.

Eu sou negro.
Eu sou Zumbi.
Eu sou Brasil.
Eu sou a consciência
de uma nova realidade.
Eu sou das ciências, das letras.
Sou doutor, desembargador, escritor.
Sou o orgulho da cor.

Eu sou negro.
Eu sou Zumbi.
Eu sou Brasil.
Eu sou o cidadão.
Sou a alma, o amor , o coração.
Sou o orgulho desta nação.

Carlos Augusto Rosa imagesnref1 20/11/2008

=======================================

caurosaimagescopmeg1


EXERCÍCIO DE REFLEXÃO

seta02Virtudes,

onde estão as virtudes?

Pobre alma!

Pequeno ser mortal,

sempre abalado

em sua frágil moral.

Ingênuo  ser animal,

torna-se imoral,

perde, vende

a sua dignidade.

Por um punhado do

“vil metal”.

CAUROSAo-pensador

=================================================

MÚSICA DE QUALIDADE PARA VOSSOS OUVIDOS

Travessiaimagesmilt1


Quando você foi embora fez-se noite em meu viver
Forte eu sou mas não tem jeito, hoje eu tenho que chorar

Minha casa não é minha, e nem é meu este lugar
Estou só e não resisto, muito tenho prá falar
Solto a voz nas estradas, já não quero parar
Meu caminho é de pedras, como posso sonhar
Sonho feito de brisa, vento vem terminar
Vou fechar o meu pranto, vou querer me matar

Vou seguindo pela vida me esquecendo de você
Eu não quero mais a morte, tenho muito que viver
Vou querer amar de novo e se não der não vou sofrer
Já não sonho, hoje faço com meu braço o meu viver

Solto a voz nas estradas, já não quero parar
Meu caminho é de pedras, como posso sonhar
Sonho feito de brisa, vento vem terminar
Vou fechar o meu pranto, vou querer me matar

Milton Nascimento / Fernando Brant


CAUROSAimagesmusb30


HOJE É DIA DE CECÍLIA

blogagem7-1

imagesceci

Mensagem a um desconhecido

Teu bom pensamento longínquo me emociona.

Tu, que apenas me leste,

acreditaste em mim, e me entendeste profundamente.

Isso me consola dos que me viram,

a  quem mostrei toda a minha alma,

e  continuaram ignorantes de tudo que sou,

como se nunca me tivessem encontrado.

Fevereiro, 1956.

imagescdc2Recado aos amigos distantes

Meus companheiros amados,

não vos espero nem chamo:

porque vou para outros lados.

Mas é certo que vos amo.

Nem sempre os que estão mais perto

fazem melhor companhia.

Mesmo com sol encoberto,

todos sabem quando é dia.

Pelo vosso campo imenso,

vou cortando meus atalhos.

Por vosso amor é que penso

e me dou tantos trabalhos.

Não condeneis, por enquanto,

minha rebelde maneira.

Para liberta-me tanto,

fico vossa prisioneira.

Por mais que longe pareça,

ides na minha lembrança,

ides na minha cabeça,

valeis a minha Esperança.

1951.

Com licença Cecília.

Para os amigos distantes,

todos perto do coração.

CAUROSA

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

CAUROSApoesiass1

PENSAMENTO MODERNO

images-anji

“EDUCAI  AS  CRIANÇAS   PARA  QUE  NÃO

SEJA  PRECISO  PUNIR  O HOMEM.”

………………………………………………………………………………………

caurosaimages-3