Quem foi Buster Keaton?

O grande Buster Keaton, não tem o mesmo reconhecimento de Charlie Chaplin, pois brilharam no senário  cinematográfico na mesma época . No entanto, sua genialidade e capacidade criativa é marcante e fica evidente nos seus filmes onde o humor aparece de forma simples e direta.

180px-busterkeatonBuster Keaton, nome artístico de Joseph Frank Keaton Jr., (Piqua, 4 de Outubro de 1895 – Woodland Hills,  1 de Fevereiro, 1966), foi um ator e diretor americano de comédias mudas, considerado o grande rival de  Charlie Chaplin.

Nascido no mundo do vaudeville, (mistura de teatro e circo muito popular nos Estados Unidos) em fins do século XIX, Keaton começou sua carreira artística participando de um número com seus pais chamado Os três Keatons onde a grande piada era como disciplinar uma criança mal-educada. Depois de algum tempo fazendo pontas em filmes, em 1920 Buster começou a dirigir seus primeiros curtas.

O humor nos filmes de Buster Keaton, basicamente, se fazia através das chamadas gags; corridas, quedas, fugas. Uma das grandes inovações de Keaton, no entanto, é o fato de sua comédia se basear num personagem impassível, que mantém as mesmas feições diante dos fatos ocorridos. Isso explica os apelidos dados a ele pelos críticos; O Grande cara de pedra e O homem que nunca ri. Keaton percebeu que ao não modificar sua expressão, o espectador projetaria suas aspirações sentimentais, sensoriais e morais.

(Fonte: Wikipédia)

Visite: www.busterkeaton.com

seta02

projecteur-021
b14

PENSAMENTOS MODERNOS:

“A certeza do sol, a cada manhã, encoraja-nos a caminhar dentro da noite.”

CAUROSAo-pensador

Anúncios

25 Respostas

  1. Puro e simples pensamento que de verdade tem tudo…
    Beijinhos
    Liliana

  2. Olá,

    Vim agradecer sua visita. Volte quando sentir vontade. Vou voltar aqui com calma para bisbilhotar seu blog, também.

    Bom final de semana.

    Abraço

  3. Ei Carlos. Bem interessante o teu blog, gostei daqui!
    Beijos e borboleteios

  4. Olá, Carlos!
    Obg pela visita no blog, que bom que gostou! Seja bem vindo e volte sempre! Será um prazer tê-lo por lá 😉
    Ah, adorei seu blog, já likei nos meus favoritos, depois vou passar com calma para ler mais postagens.
    Bjocas!

  5. Olá,Carlos!

    Vim retribuir a sua visita ao meu recanto.Belíssimo o seu blog,feito com sensibilidade,inteligência e criatividade.

    Um abraço.

  6. Na verdade, Buster Keaton na época era mais famoso do que Charles Chaplin, mas com o tempo o romantismo do mais famoso hoje se tornou mais simpático a loucura do outro menos famoso hoje. Os dois eram gênios! Uma postagem maravilhosa e digna de um belo blog. Abraço amigo

  7. O mundo da fama é assim. Uns estão sempre em evidência, outros nunca são lembrados. Lembro-me de já ter assistido ” O Homem que nunca ri”, mas não fazia ligação com Keaton. Agora lendo vc, é que refresquei minha memória…rsrsrs
    Tive um período de paixonite por filmes antigos, principalmente os “preto e branco”.
    É impressionante ver a safra de bons artistas que existia e que cairam no ostracismo. Poucos são lembrados… É uma pena!
    E o que chama a atençao, é que faziam um belíssimo trabalho, em uma época de pouquíssimos ou quase nenhum recurso tecnológico!!!

    Beijos avassaladores!

  8. Obrigado pela visita…
    E quando venho pra cá me deparo com um comediante genial, um texto ótimo e ua honagem ao botafogo…
    Adorei quase tudo no seu blog, apenas a parte do botafogo eu retiro..
    Adorei a dica deste post…
    Voltarie!
    Abraços

  9. Meu fiel escudeiro Caurosa,
    acredita que nunca vi nenhum filme dele ou com ele? Minha lição de casa…
    Beijo,
    Tati.

  10. Olá,

    Obrigada pela tua visita em meu singelo espaço na net.

    Li o que vc escreveu sobre o Buster Keaton, interessante e triste por ter descoberto só agora, mas que bom que não ficamos só procurando a mesmice e/ou o que está em evidencia.

    A partir de hoje irei ver algumas coisas sobre ele.

    Abraços e fique a vontade para me visitar novemente 🙂

  11. Gosto tanto de cinema mudo, assisti apenas uns dois no máximo três filmes no canal futura.
    Gostaria de ver mais, mas não sei onde encontrar.
    Verdadeiramente as boas coisas tem se perdido no tempo, assim como as músicas os filmes tbm.
    Vejo filmes antigos de tiragens antiiiiiiigas e são filmes leves que não cansam de assistir.
    Mas nas locadoras é improvável encontrar, o bom é o que a futura tem feito pra gente até mesmo conhecer filmes bons de outras gerações.

    Obrigada pela visita saudoso Caurosa

  12. Só conheço Buster Keaton de documentários de cinema, infelizmente nunca vi um filme dele. Já acertei o selo lá no Fio, obrigada pela dica.

    Abraço

  13. Olá, Carlos. Estou retribuindo a visita e faço questão de tê-lo de volta, besteiras é o que não faltarão. 😉

    Nunca tinha ouvido falar de Buster Keaton, que horror. É praticamente um crime alguém tão genial passar despercebido, como se não houvesse espaço neste mundo para duas mentes brilhantes. 😉

    Beijos

  14. Passei para retribuir a visita e gostei muito do seu blog!Apareça sempre que quiser e será bem-vindo!!!
    Bjos e uma ótima semana!

  15. Mestre Carlos! Saudações!

    Desconhecia a fama de Mr. Keaton, sempre fui fã de Chaplin. Mas é sempre bom conhecer contemporâneos espirituosos, época privilegiada aquela, hem? E a nossa, que podemos revê-los graças aos amigos.
    Grande Abraço,

    Adh

  16. Oi, moço!
    Me sinto apresentada ao sr. Keaton, que não conhecia, mesmo tendo estudado história do cinema por um tempão…
    Saudade de você. Felizmente, tô de volta, sem sequelas.
    Bjo!

  17. Olá, boa noite!

    Passando para agradecer sua visita e apreciar seu blog.
    Muito interessante!

    “A certeza do sol, a cada manhã, encoraja-nos a caminhar dentro da noite.”

    Adorei o pensamento.

    Bjusss

  18. Querido amigo, realmente eu não o conhecia. A variedade de informações encontradas nos blogs, sempre nos traz a luz fatos que desconhecemos.
    Beijos

  19. o homem que não ri.
    Tudo bem amigo, sempre maneiro teus posts é bom vir aqui.

    Abçs.
    Maurizio

  20. Twittaremos então!;)
    Estou esperando novas postagens.

    Beijos

  21. Sabe um outro comediante pouco lembrado hoje e que eu amo? Harold Loyd! Brilhante! =)

  22. Meu amigo vim aqui para te desejar um dos melhores finais de semana, sendo simples ou não, com paz e saúde. Abraço

    Ao escritor a luz,
    a narrativa a beleza,
    a vida do quotidiano
    como ela é…ou não!

  23. Caurosa, essa vc voi bem fundo no baú hein..sinceramente não conhecia, mas lembra bastante o Chaplin. Espero que naquela época já exista dublê, senão o coitado devia se arrebentar , kkkk.

    é sempre muito bom adquirir conhecimento em cinema, que aliás é a segunda arte que mais gosto.

    Por falar nisso caurosa, visite depois o magnífico blog da minha amiga Ale, sobre cinema mundial, não só o hollyoodiano que todo mundo tá acostumado. As críticas e percepções dela são ótimas. Além de dicas imperdíveis de verdadeiras obras primas do cinema.

    abraço!

    http://moviesense.wordpress.com/

  24. Carlos, acho que dentro do cenário cinematográfico como em qualquer outro, depende de como são as relações extras. Estar bem relacionado abre portas. Não sei, vi o vídeo e prefiro Chaplin. Até porque não vejo graça em palhaçadas do tipo cair e levantar, parece filme pra criança. Lembrei, lógico do Gordo e o Magro que tinha esse tipo de ‘palhaçada’ mas de forma suave e as maldadezinhas tinham até um certo Q de carinho. Vai saber!
    Bom fim de semana! Beijus

  25. Muito obrigada vc me ajudou na minha pesquisa da escola!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: