Dia do Trabalhador? Dia do Trabalho?

E o meu. . .

Salário

Ó que lance extraordinário:
aumentou o meu salário
e o custo de vida, vário,
muito acima do ordinário,
por milagre monetário
deu um salto planetário.
Não entendo o noticiário.
Sou um simples operário,
escravo de ponto e horário,
sou caxias voluntário
de rendimento precário,
nível de vida sumário,
para não dizer primário,
e cerzido vestuário.
Não sou nada perdulário,
muito menos salafrário,
é limpo meu prontuário,
jamais avancei no Erário,
não festejo aniversário
e em meu sufoco diário
de emudecido canário,
navegante solitário,
sob o peso tributário,
me falta vocabulário
para um triste comentário.
Mas que lance extraordinário:
com o aumento de salário,
aumentou o meu calvário!

Carlos Drummond de Andrade

c@urosa

A “briga” pela famigerada taça das bolinhas.



O nosso maravilhoso futebol, com craques geniais e mágicos na arte de bem tratar a bola, está sendo usado como uma verdadeira banca de negócios. Não se pensa mais em organizar um grande espetáculo para o torcedor. Os maus dirigentes estão mais preocupados em vender um produto e arrecadar. Administram tão mal os recursos, que os grandes clubes brasileiros são massas falidas e continuarão assim por muitos e muitos anos. Ao reconhecer o Flamengo campeão, a CBF apesar dos pesares, resolveu dar um ponto final nessa história. Como o orgão maior do futebol brasileiro e realizadora do torneio em 87, tem todo o direito. O senhor R T, na verdade não está muito interessado nessa polêmica, os seus “interesses” são outros! Se a justiça foi feita, eu não sei, pois, a história se tornou um pouco confusa com o passar dos anos. E o nosso povo sofrido, torcedor aguerrido, foi mais uma vez ludibriado. Estão desrespeitando todos nós, amantes do bom futebol.

Carlos Rosa

 

Desejo

Na noite quente e escura,
estudo os seus gestos…
espreito, em silêncio ,
seus suaves movimentos.
Felina mulher,
desejo seu corpo negro…
Carne ardente… quentes desejos,
despertam meus sentidos,
Na noite quente e escura,
nossos corpos se entrelaçarão,
e o prazer fluirá,
eternamente…
Carlos Rosa


 

Exercício de Reflexão

 

 

MULHER NOTA MIL

Como diz a cultura popular “Ao lado de um grande homem, temos sempre uma grande mulher”, as mulheres dos grandes líderes, já tem luz própria, a partir do momento que conquistaram o homem que as acompanham. São sempre mulheres determinadas, que vivem intensamente a trajetória de seus homens. Estão sempre renunciando aos seu próprios projetos de vida para acompanharem os maridos nos bons e nos maus momentos, na alegria e também na tristeza. Sem dúvida nenhuma essas mulheres são o esteio a quem maioria dos lideres mundiais devem muito.

Muitas delas, mulheres competentes que acabaram ocupando os cargos de seus maridos. A história mundial está repleta de exemplos de primeiras damas que acabaram governando e liderando seus povos, com igual ou mais competência que os homens. Mundo está passando por mudanças e já não temos tempo para preconceitos relacionados a situação da mulher na sociedade, ela já não vive escondida nas sombras de um homem.

Temos que educar as nossas meninas para a liderança e o poder. Uma união futura através do casamento ou uma união estável, não deve ser causa para que a mulher moderna deixe de ser uma pessoa com luz própria, livre, criativa e participativa. A sociedade moderna não pode abrir mão da mulher como elemento construtor de um novo modelo de sociedade em que a igualdade entre os gêneros seja meta principal de uma educação moderna.

O mundo moderno já não aceita mulheres submissas e que vivam atreladas em machos dominadores que não lhes dediquem o devido respeito e espaço para caminharem com as próprias pernas e comprovarem suas qualidades como cidadãs inteligentes, íntegras,livres e atuantes, contribuindo para o surgimento de uma sociedade mais justa.

C@urosa

Felicidade urgente para todos nós…

Felicidade Urgente

Cláudio Zoli

Nunca mais eu vou voltar
Essa estrada é meu destino
Vou seguir a minha vida
Vou achar o meu lugar

Louco pra viver em paz
Eu procuro o paraíso
Em lugares esquecidos,
Em viagens ao luar

Eu vi a cor dos sonhos
E sei de cor
O que é melhor pra mim

A vida me fez desse jeito
E o mundo é tão imperfeito
Tampouco a gente
Tem direito a ser feliz

O tempo passa de repente
Felicidade urgente para todos
Para todos nós

Quero te fazer feliz
Quero ser feliz também
E com você tá tudo bem

Quero te fazer feliz
Quero ser feliz também
E com você tá tudo bem

Não vou mais olhar pra trás
No caminho do infinito
Encontrei uma razão,
Me perdi no teu olhar

Eu sempre quis muito mais
Mais do que era preciso
Quis milagres absurdos
E delírios de prazer

Eu vi a cor dos sonhos
E sei de cor
O que é melhor pra mim

A vida me fez desse jeito
E o mundo é tão imperfeito
Tampouco a gente
Tem direito a ser feliz

O tempo passa de repente
Felicidade urgente para todos
Para todos nós

Quero te fazer feliz
Quero ser feliz também
E com você tá tudo bem

Quero te fazer feliz
Quero ser feliz também
E com você tá tudo bem.

MUDANÇA

Mudança temporária (talvez!)

BLOG DO CARLOS ROSA

o novo endereço poetadimenor.blogspot.com

caurosa


Momentos lúdicos

Um pouco de bom humor em nossos dias.

Uma brasileira dirigia por Portugal, quando viu um carro com a porta de trás aberta. Solidária, conseguiu emparelhar e avisou:

– A porta está aberta!

A mulher que dirigia conferiu o problema e respondeu irritada:

– Não, senhora. Ela está mal fechada!

0 — 0 — 0

Outro brasileiro estava em Lisboa e numa sexta-feira perguntou a um comerciante se ele fechava no sábado. O vendedor respondeu que não.

No sábado, o brasileiro voltou e deu com a cara na porta.

Na segunda-feira, cobrou irritado do português:

– O senhor disse que não fechava!

O homem respondeu :

– Mas como vamos fechar se não abrimos?

0 — 0 — 0

Um jornalista hospedou-se há um mês num hotel em Évora. Na hora de abrir a água da pia se atrapalhou, pois na torneira azul estava escrito ‘F’ e na outra, preta, também ‘F’. Confuso, quis saber da camareira o porquê dos dois ‘efes’. A moça olhou-o com cara de espanto e respondeu, como quem fala com uma criança:

– Ora pois, fria e fervente.

0 — 0 — 0

Em Lisboa, a passeio, resolveu comprar uma gravata. Entrou numa loja do Chiado e, além da gravata, comprou ainda um par de meias, duas camisas sociais, uma polo esporte, um par de luvas e um cinto. Chorou um descontinho, e pediu para fechar a conta. Viu então que o vendedor pegou um lápis e papel e se pôs a fazer contas, multiplicando, somando, tirando porcentagem de desconto, e aí intrigado, perguntou:

– O senhor não tem máquina de calcular?

– Infelizmente não trabalhamos com electrónicos, mas o senhor pode encontrar na loja justamente aqui ao lado…

0 — 0 — 0

Há ainda a história de um que morou por um ano em Estoril e contou que lá num certo dia, meio perdido na cidade perguntou ao português:

– Será que posso entrar nesta rua para ir ao aeroporto?

– Poder o senhor pode, mas de jeito algum vai chegar ao aeroporto…

CAUROSA

Energia Vital…

A energia vital que me move,

flui de forma contínua e leve.

A energia vital que me transforma,

segue sempre veloz pelo meu corpo.

A energia vital que me enlouquece,

faz meu corpo vibrar de prazer…


CAUROSA