Arquivos de Tag: Cecília

Sombra, corpo e alma

images.jpegceci

SOMOS TRÊS


Somos três:

sombra, corpo, alma.

Cada um a seu modo vivendo

juntos os três andando.


Corpo vendo a sombra

corpo sonhando a alma.

Corpo sofrendo com pena

da alma e da sombra,

impalpáveis

num mundo virtual.


Corpo querendo ser corpo,

e logo alma apenas.

Corpo, vulto, mistério,

fantasma adestrado

em artes de se julgar vivo,

no entanto mais efêmero,

talvez.


Corpo, no entanto, pensando-se.

Transferindo-se em alma,

em sombra.


Corpo sozinho entre enigmas.

Vastas areias do tempo

aladas.

Sobre o corpo e a sombra.


E alma também contempla.

1961 – Cecícila Meireles

Sombra, corpo e alma… às vezes sou eu.

images.jpegros

CAUROSAimages.jpegdsfgs

Anúncios

“Na grande noite tristonha”

imagesl24

Na grande noite tristonha,

meu pensamento parado

tem quietudes de cegonha

numa beira de telhado.

images4

_ Na grande noite tristonha…


Lembram planícies desertas

de uma paisagem do Norte,

as perspectivas abertas

no mundo da minha sorte…

imagespla

_ Lembram planícies desertas…


Ao longo, distâncias ermas…

Em tudo quanto se abraca

há ligeirezas enfermas

de luas da Dinamarca…imageslua1


_ Ao longe, distâncias ermas…


E sob olhares em pranto

de estrelas  alucinadas,

vais, _ coroa, cetro e manto,

ó Rei das minhas baladas!


_ E sob olhares em pranto…

…………………………………………………………………………………………..

Na grande noite tristonha,

meu pensamento parado

tem quietudes de cegonha

numa beira de telhado.


_ Na grande noite tristonha…


E eu sonho o meu sonho oculto

de ave triste, _ que não voa,

detida a ver o teu vulto

de certo, manto e coroa…imagesss1


_ E eu sonho o meu sonho oculto…

CECÍLIA MEIRELESimagesci

bfixa21

CAUROSAimagespo